Facelift Lipoaspiração Prótese
Nariz (Onorplastia) Lipoenxeria Mamo. Repucois
Palpebra (Beflaroplatia) Abdome Mamosfera
Orelha Coxas Reconstrução
 




























 
 
 



Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Inicial

TRATAMENTO DE VARIZES





Existem diferentes tipos de tratamentos para as varizes. O mais importante são as medidas preventivas. Quando estas medidas de precaução não são suficientes, o seu médico poderá indicar um ou vários dos tratamentos abaixo:


Escleroterapia química

Muito utilizada para as telangiectasias e algumas microvarizes. Consiste na injeção de substancias esclerosantes que expulsam o sangue para as veias normais e entopem as veias que estão sendo tratadas. Embora essas injeções precisem ser repetidas em algumas veias, a escleroterapia costuma ser muito eficaz e com excelentes resultados quando realizada por médicos experientes. As microvarizes mais finas (2 milímetros) podem, eventualmente, serem tratadas com escleroterapia química ou térmica, com bons resultados, mas havendo risco de hiperpigmentação principalmente em peles mais escuras.


Laser transdérmico

A escleroterapia com laser está em evolução e ainda não substitui a escleroterapia química. Não pode ser aplicada em todos os tipos de pele e ainda não dá bom resultado nos vasos de calibre maior. Novas tecnologias com laser em desevolvimento poderão ampliar a sua utilização. No Brasil alguns médicos fazem o tratamento misto: laser e injeções.


Cirurgia

As cirurgias de varizes estão cada vez menos agressivas. A grande maioria das varizes pode ser realizada hoje através de mini-incisões e o tempo de internação hospitalar raramente precisa passar de 24 horas. As varizes retiradas numa cirurgia não provocam danos à circulação, uma vez que as outras veias normais e o sistema venoso profundo normal se encarregam de garantir o fluxo de retorno.

Laser endovenoso EVLT: indicada para as varizes de maior calibre. Ao invés de retirar as veias de grande calibre como a safena, elas são desligadas do corpo e tratadas por uma microfibra ótica, que transmite o LASER. A veia permanece no local, mas inativada, e separada da circulação. A grande vantagem é o pós-operatório que é muito mais simples com menos hematomas e retorno às atividades normais mais cedo. Como todos os tratamentos tem indicações precisas e não pode ser utilizado em todos os casos. O equipamento utilizado é um LASER de Diodo, que emite um feixe de luz na faixa do infravermelho. A potência utilizada varia de 4 a 15 Watts.


Tratamento clínico

Naqueles pacientes que não querem ou não podem fazer nenhum dos tipos de tratamento citados, pode ser empregado o tratamento clínico com medicamentos, elevação dos membros inferiores e, fundamentalmente, o uso de meia elástica.

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player